icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2013
23:05

Depois de 29 partidas ocupando um espaço entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, o Botafogo deixou a zona de classificação para a Libertadores ao empatar, no Maracanã, com a Portuguesa em 0 a 0, pela 34ª rodada da competição.

O resultado fez o Alvinegro cair da quarta para a quinta colocação no Brasileirão com 54 pontos, dois a menos que o Goiás, que venceu a Ponte Preta e abre o G4. O empate foi suficiente para deixar os mais de 10 mil torcedores que foram ao Maracanã irritados com o atual momento do time.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Atlético-PR, às 19h30 deste sábado, no Maracanã. Enquanto a Portuguesa recebe o Atlético- MG, no domingo, às 19h30, no Canindé.


BOTAFOGO PRESSIONA, MAS NÃO MARCA

A vitória era fundamental para o Botafogo, não só se manter na luta por uma vaga na Libertadores de 2014, mas para mostrar que o elenco não se sentiu pressionado com os recentes protestos da torcida. Porém, o empate deixou o trajeto para a principal competição do continente ainda mais longo para o Alvinegro.

O caminho do Botafogo começou a ser traçado já no início da primeira etapa com Elias aproveitando uma verdadeira avenida que o lateral-direito Luis Ricardo deixou. Antes mesmo dos cinco minutos iniciais, o atacante alvinegro já havia conseguido finalizar duas vezes. Porém, em nenhuma delas conseguiu abrir o placar.

Melhor em campo, o Botafogo seguia buscando o gol, mas no caminho havia uma Portuguesa que também queria a vitória e até chegou a abrir o placar. Souza cobrou uma falta para a área e Valdomiro cabeceou para o fundo da rede de Jefferson. A arbitragem, no entanto, marcou impedimento do zagueiro da Lusa e anulou o gol, para alívio dos botafoguenses. Apesar do susto, os alvinegros não desanimaram e seguiram em busca do gol.

Em um lance genial, Elias quase abriu o placar. Após o cruzamento de Rafael Marques, da esquerda, o atacante mandou de bicicleta e arrancou o grito de gol da ganganta da torcida, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.


Elias lamenta chance perdida (Foto: Bruno de Lima/LANCE!Press)

GLORIOSO SOFRE APAGÃO

No início da segunda etapa, os caminhos se inverteram e a Portuguesa começou a ter as melhores oportunidades. A mais perigosa veio com Carlos Alberto, que tabelou com Diogo e arriscou de fora da área, longe do alcance de Jefferson.

O Botafogo só saiu da inércia aos 25, quando Rafael Marques levantou a bola na área, Marcelo Mattos ajeitou de cabeça para Elias, que na pequena área, ficou na dúvida se chutava ou cabeceava e, acabou acertando o goleiro Lauro.

O técnico Oswaldo de Oliveira até tentou mudar o destino do Glorioso na partida ao mudar todo o ataque. Porém, nem esse combustível extra foi capaz de dar mais potência ao Botafogo, que teve de se contentar com o amargo 0 a 0.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 X 0 PORTUGUESA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/11/2013 - 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Emerson Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias CAmilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público/Renda: 7.654/R$180.290,00
Cartões amarelos: Marcelo Mattos (BOT); Luis Ricardo, Diogo e Valdomiro (POR)
Cartão vermelho: Gilberto (POR)

BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Bolívar, Dória, Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Hyuri (Octávio, 29'/2ºT), Seedorf, Rafael Marques (Henrique,37'/2ºT); Elias (Bruno Mendes, 27'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PORTUGUESA: Lauro, Luis Ricardo, Lima, Valdomiro, Bryan; Willian Arão, Bruno Henrique, Moisés (Correa, 41'/2ºT), Souza (Carlos Alberto, 8'/2ºT); Diogo (Henrique, 35'/2ºT), Gilberto. Técnico: Guto Ferreira.