icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/02/2015
10:59

Se for levado em conta o contingente da Polícia Militar destinado ao clássico de domingo, entre Botafogo e Flamengo, e a expectativa de público para a partida, os números mostram que as forças de segurança esperam um duelo três vezes mais tranquilo que o confronto entre Fluminense e Vasco no fim de semana passado no Estádio Nilton Santos.

Na reunião pré-jogo, ocorrida na Ferj, a PM avisou que vai destinar 360 homens (fora os oficiais) para o duelo de domingo no Maracanã. Como a expectativa de público é de 55 mil, a taxa será de um policial para cada 153 torcedores.

No Flu x Vasco, que teve o agravante de ser no Estádio Nilton Santos, a expectativa de público era de 16 mil. Já o contingente policial foi de 300 (excluídos os oficiais). Ou seja, uma média de um PM para cada 53 torcedores, o que significa um controle três vezes mais rígido comparado ao Botafogo x Flamengo.

No que diz respeito aos homens do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe), que são especializados em grandes eventos, também há diferença. No clássico mais complexo no aspecto de segurança (Flu x Vasco), o Gepe atuou com 200 homens. Para o Bota x Fla, serão 20 policiais a menos.

A expectativa de público é alta porque haverá, além do último jogo oficial do lateral-direito Leonardo Moura pelo Flamengo, uma festa da prefeitura do Rio em comemoração aos 450 anos da cidade.