icons.title signature.placeholder Bruno Grossi e Marcio Porto
02/11/2014
08:05

Alan Kardec não precisa marcar gols para se manter no time do São Paulo, já disse o técnico Muricy Ramalho. Mas, pela atual fase do atacante e seu histórico no palco desta tarde, é bom o Criciúma se cuidar que deve ter bola na rede.

No mesmo Heriberto Hülse, estádio que recebe o duelo dste domingo, às 17h, Kardec já brilhou. Seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro deste ano foi lá. Detalhe: pelo Palmeiras.

O tento, que garantiu a vitória dos paulistas por 2 a 1 sobre o Criciúma, foi o último de Kardec pelo rival. Depois deste confronto, ele entrou em rota de colisão com a diretoria palmeirense e não jogou mais pelo clube. Acertou com o São Paulo. Um divisor de águas na carreira.

Mas a história no campo do Criciúma começou em 2008 e também com final feliz. O atacante entrou no segundo tempo do jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil e conseguiu anotar o gol do empate por 2 a 2. O Vasco avançou e Kardec confirmou sua fama de boa promessa, um anos após ser promovido ao elenco profissional da equipe. Por isso, ele prevê mais uma boa jornada, agora de volta ao “lar”.

– As lembranças são boas, pelos gols que fiz. Espero levar essa representatividade dentro de campo, fazendo mais gols. Se não for assim, espero ajudar de outra maneira para o time sair com a vitória e manter o passo rumo ao título – afirmou Kardec, em entrevista ao LANCE!Net.

Será a segunda vez que o São Paulo jogará no Heriberto Hülse este ano, mas Kardec não entrou no confronto válido pela fase nacional da Copa Sul-Americana. Ele até foi a Criciúma, mas ficou no banco de reservas na derrota por 2 a 1. O Tricolor acabou se classificando ao vencer o jogo de volta no Morumbi por 2 a 0.

Kardec será uma das armas do São Paulo para tentar vencer e diminuir a diferença de pontos para o líder Cruzeiro, que hoje é de cinco pontos. O camisa 14 é um dos que ainda acreditam no título e espera dar continuidade à boa fase que vive.

Após ficar 11 jogos sem balançar redes, ele marcou nos dois últimos jogos do São Paulo, nas vitórias por 3 a 0 sobre o Goiás e 4 a 2 sobre o Emelec (EQU). O desempenho o animou ainda mais para ajudar os companheiros, sua principal característica, muito elogiada pelo técnico Muricy Ramalho.

Kardec deve ter a companhia de Luis Fabiano e será municiado por Michel Bastos e Ganso, que também vivem ótima fase. Com tudo conspirando a favor, o dia promete ser dele...