icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
08:08

Depois de longo tempo afastados por conta de lesões, Bernardo e Guiñazú finalmente voltaram a ficar disponíveis e foram relacionados. O volante não foi utilizado, mas o meia entrou no time aos 29 minutos do segundo tempo e ajudou a incendiar o jogo. Ao final da partida, ele declarou seu sentimento sempre que veste a camisa vascaína.

– Posso ter o meu jeito, mas quando boto essa camisa, é como se fosse o último jogo da minha vida. Então, para mim, é só jogar e dar a volta por cima - disse Bernardo, completando que o importante, a partir de agora, é manter o ritmo:

– Agora é manter isso. Adilson vem nos ajudando, pelo nosso bem e para o bem do Vasco – completou.

Há algumas semanas, Bernardo e Guiñazu foram reintegrados ao grupo principal cruz-maltino após sofrerem graves lesões em abril e agosto, respectivamente. Durante a semana passada, ambos participaram de todos os treinamentos, inclusive de um coletivo entre os jogadores reservas e alguns juniores do Gigante da Colina.

Curiosamente, Bernardo volta ao time justamente sob o comando de Adilson Batista, técnico que promoveu sua estreia como profissional, jogando pelo Cruzeiro, em fevereiro de 2009. E Adilson ressaltou que já conhece o jogador, mas que é preciso ter paciência no processo do seu retorno:

- Conheço o Bernardo do Cruzeiro. Trabalhou conosco lá em 2008, 2009. Está voltando. Temos consicência que o processo é gradativo. Todos querem ajudar. Precisamos colocar aquilo que entenda ser melhor para o momento. Ele vai ser importante nessa reta final - disse o técnico.

Bernardo subiu para o grupo profissional do Cruzeiro após se destacar na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O meia estreiou na vitória do time celeste sobre o Villa Nova, pelo Campeonato Mineiro.

Na raça! Vasco arranca empate com Santos em Maraca lotado