icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
07/06/2014
17:13

A Seleção Brasileira Masculina vive um de seus piores momentos dos últimos anos. Acostumada a "ganhar tudo" após a chegada de Bernardinho, a equipe sofre para encontrar consistência em quadra e, nas palavras do próprio treinador, Bernardinho, está abaixo dos outros times.

- O Brasil está muito abaixo, não consegue manter a consistência, quando iguala o jogo, rapidamente perde a frente. Complicado, porque o time não está atuando bem e isso está entrando um pouco no emocional, um ciclo vicioso ruim, pra baixo - comentou Bernardinho.

A derrota de hoje para o Irã foi a gota d'água nesse início de Liga Mundial, no qual o Brasil já havia perdido duas vezes para a Itália, em Jaraguá do Sul, e uma partida para a Polônia em Maringá. O pior início de Liga dos últimos 24 anos.

- Temos que assumir a responsabilidade, achar uma forma de reverter isso e trabalhar, não tem muito o que fazer. Agora vamos sair, duas semanas fora, vamos focar no que a gente tem que fazer, lutar, trabalhar e achar a consistência perdida. Não temos regularidade nenhuma - disse o treinador.

E o porquê das derrotas, pode ser explicado pelo mal aproveitamento brasileiro nos fundamentos, como recepções e saques, que vem fazendo a diferença à favor dos adversários.

- No Brasil, os jogadores não sacam. O nível internacional é muito forte, o vôlei no Brasil deu uma estacionada, não progredimos. A inconsistência tem a ver - completou.

O Brasil volta à jogar pela Liga Mundial nos dias 13 e 15 de Junho, quando encara, novamente, o Irã, agora fora de casa.

Com show da torcida, Brasil decepciona e perde para o Irã por 3 a 0