icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/02/2015
11:12

Nos corredores dos torneios ATP, um dos comentários mais frequentes é: Thomaz Bellucci não está no ranking que merece. O brasileiro é capaz de golpes incríveis e vitórias surpreendentes, mas peca em momentos chave e acaba caindo, assim como em sua estreia no Aberto do Brasil, nessa terça-feira. Em 63º no ranking, ele mira mais.

- Acho que cada jogador está no ranking que merece. Tenho uma brecha no calendário, porque no ano passado fiz poucos pontos, então tenho chance de subir no ranking. Meu foco é semana que vem, tomara que eu consiga fazer uma boa campanha, subir um pouco no ranking e entrar direto nos ATP's europeus - disse.

O brasileiro, após a Copa Davis, havia afirmado que tinha como meta voltar ao Top 20 do mundo. Para embasar a teoria de que Bellucci é, de fato, um jogador temido no Circuito da ATP, até mesmo seu algoz em São Paulo, o eslovaco Martin Klizan (38º) o elogiou.

- Se você trabalhar bem, tudo é possível. Especialmente no tênis, que você está sozinho na quadra. Ninguém pode atrapalhar, apenas você. Não acredito que o Thomaz tenha problemas em ser um Top 20, ele é um ótimo jogador - disse Klizan.