icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
03/02/2015
13:22

Como já era esperado, o atacante Barcos anunciou sua saída do Grêmio nesta terça-feira. O argentino está a caminho do Changchun Yatai, da China, após receber uma proposta milionária. Emocionado, o jogador se despediu do Tricolor gaúcho e classificou a decisão de sair do clube como "o mais difícil da sua carreira". O Pirata disse que conversou com o presidente do Imortal, Romildo Bolzan Junior, e que a situação financeira pesou na sua decisão de sair.

- Hoje é o dia mais difícil da minha carreira, ter que anunciar minha saída do Grêmio. Foi um momento difícil decidir minha saída. Nos reunimos com o presidente, chegou uma proposta boa para o clube e para mim. O presidente falou dos seus projetos para o clube, das dificuldades com a folha salarial, eu entendi o recado – contou Barcos, que garantiu que se aposentaria no clube se o momento fosse melhor financeiramente e prometeu voltar no futuro.

- Por mim eu assinaria um contrato com o Grêmio até me aposentar. O Grêmio representa muito na minha carreira. Por isso a nossa decisão de sair foi difícil. Se o Grêmio estivesse em uma situação (financeira) normal, me aposentaria no Grêmio. Mas é outro. É um até logo, não um tchau – afirmou o jogador. 

Desde 2013 no Imortal, Barcos fez questão de agradecer a todos no clube. O atacante garantiu que nunca xingou um torcedor, mesmo em momentos difíceis quando foi vaiado e criticado. Ele disse que sempre entendeu os gremistas e que agora ele faz parte da torcida do Tricolor gaúcho.

- Tenho muitas pessoas para agradecer durante todos esses anos. Companheiros, treinadores, seguranças, pessoas do apoio, roupeiro, massagistas, caras que pegam a bola. Para mim e para o Grêmio sempre foram muitos importantes. Sou mais um gremistas. Sempre respeitaram minha postura, no momento bom e ruim. Nunca xinguei um torcedor, mesmo em momento difícil. Já fui xingado e vaiado, mas eu sempre me coloquei na pele do torcedor. Torço para o Grêmio e vou continuar sofrendo com vocês, vou continuar torcendo pelo Grêmio – disse o argentino, que garantiu que o Grêmio tem um time competitivo para disputar a temporada 2015.

- Quero deixar claro para o torcedor que eu sempre honrei o manto, sempre dei o máximo e hoje sou mais um torcedor. E podem ficar tranquilos que o nosso grupo está muito bem servido de guris que vão honrar esse manto assim como eu honrei – concluiu o Pirata. 

Apesar de não revelar o valor, o diretor-executivo de futebol do Grêmio, Rui Costa, garantiu que o clube ganhou uma boa compensação financeira com a negociação do atacante. Além disso, vai amenizar a folha salarial do Imortal.

- A saída do Barcos tem uma boa compensação financeira para o Grêmio, não faria sentido a gente negociar um jogador do nível dele se não fosse por isso – disse o Cartola.

Fontes ligadas à negociação dizem que o valor da transação é cerca de R$ 8 milhões. Desta quantia, R$ 1,2 milhão será destinado para o Palmeiras e o atacante também receberá um montante por conta de dívidas.