icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
17:18

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou que os reforços que podem chegar em breve ao Rubro-Negro obedecerão a política do clube de não fazer investimentos altos. O mandatário ressaltou que o primeiro objetivo da diretoria é conseguir honrar os salários nas datas corretas.

- Nesse ano de 2013 não investimos nenhum centavo em aquisição de direitos econômicos de jogadores. Trouxemos todos por empréstimo, vieram exclusivamente por pagamento de salários. Nós temos de honrar os nossos compromissos. Os reforços que ainda poderão vir serão por empréstimo, com o Flamengo pagando apenas o salário - disse, ao canal SporTV

No meio do ano, o Flamengo acertou com quatro reforços do interior de São Paulo (Paulinho, Diego Silva, Val e Bruninho), além do atacante Marcelo Moreno e do zagueiro Roger Carvalho, mas o acordo com o defensor foi desfeito após uma lesão em maio e a troca de treinador, quando Jorginho foi demitido e Mano Menezes contratado.

A lateral direita e a zaga são duas das posições carentes no atual elenco do Flamengo. O clube esteve perto de contratar o jovem argentino Adrián Martínez para a ala, mas as tratativas não terminaram com um final feliz.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou que os reforços que podem chegar em breve ao Rubro-Negro obedecerão a política do clube de não fazer investimentos altos. O mandatário ressaltou que o primeiro objetivo da diretoria é conseguir honrar os salários nas datas corretas.

- Nesse ano de 2013 não investimos nenhum centavo em aquisição de direitos econômicos de jogadores. Trouxemos todos por empréstimo, vieram exclusivamente por pagamento de salários. Nós temos de honrar os nossos compromissos. Os reforços que ainda poderão vir serão por empréstimo, com o Flamengo pagando apenas o salário - disse, ao canal SporTV

No meio do ano, o Flamengo acertou com quatro reforços do interior de São Paulo (Paulinho, Diego Silva, Val e Bruninho), além do atacante Marcelo Moreno e do zagueiro Roger Carvalho, mas o acordo com o defensor foi desfeito após uma lesão em maio e a troca de treinador, quando Jorginho foi demitido e Mano Menezes contratado.

A lateral direita e a zaga são duas das posições carentes no atual elenco do Flamengo. O clube esteve perto de contratar o jovem argentino Adrián Martínez para a ala, mas as tratativas não terminaram com um final feliz.