icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
18:30

Omar Feitosa, gerente de futebol do Palmeiras, reservou o fim do treino desta quinta-feira para ter uma conversa longa e reservada com Vinicius, atacante que está em baixa com a comissão técnica.

Na quarta, o jogador sequer ficou no banco de reservas no triunfo por 2 a 0 sobre o Vilhena-RO, no Pacaembu. A opção de Kleina foi técnica, depois de o atleta entrar na partida contra o Ituano e desperdiçar uma chance clara no fim do segundo tempo, quando o Verdão já tinha 1 a 0 contra no placar, resultado que eliminou o time do Paulistão.

Feitosa bateu papo com o camisa 19 por cerca de 20 minutos, e os dois foram os últimos palmeirenses a deixarem o gramado da Academia de Futebol.

O jovem de 20 anos vive uma seca de gols. A última vez que ele balançou a rede foi em 17 de setembro de 2013, na vitória por 4 a 2 sobre o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis (SC), pela Série B. Ao todo, ele tem 103 partidas e oito gols marcados. O contrato é até setembro de 2017.

Antes da conversa com o dirigente, Vinicius havia participado normalmente do treinamento técnico com os demais reservas. A boa notícia foi que Wendel, recuperando-se de lesão na coxa direita, voltou a correr.

O Palmeiras só volta a campo no próximo dia 20, diante do Criciúma, fora de casa, em sua estreia no Campeonato Brasileiro.