icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
23:38

Nesta quarta-feira, o Corinthians deu mais um passo importante na disputa por uma vaga na Copa Libertadores da América de 2015. Jogando como visitante no Mangueirão, o Timão contou com um gol contra para vencer o Goiás por 1 a 0. Sete jogadores do time paulista, um do time goiano e o técnico Mano Menezes, do Alvinegro, dividiram o posto de melhor do confronto. Veja, a seguir, a análise do LANCE!Net:

CORINTHIANS, por Lucas Faraldo (lucasfaraldo@lancenet.com.br)

6,0
Cássio
Praticamente não foi acionado. Nas poucas vezes em que precisou sair do gol (em jogadas aéreas), tirou bem o perigo.

6,0
Fagner
Participativo, fez uma boa subida ao ataque, com direito a dribles e chute perigoso a gol. Errou seus cruzamentos.

6,5
Felipe
Ajeitou bola na fogueira para Gil. Compensou com bons cortes e rebatidas. No ataque, quase fez um gol de cabeça.

6,5
Gil
Foi atrapalhado pela falta de entrosamento com Felipe, mas não enfrentou grandes problemas. Conduziu bem a bola.

6,0
Uendel
Mais importante pelos desarmes na defesa do que pelas (raras) subidas ao ataque. Poderia chegar mais à frente.

6,0
Ralf
Fez dois desarmes e alguns cortes. Defensivamente, fez sua obrigação. Quando foi ao ataque, se atrapalhou e errou.

6,5
Bruno Henrique
Três desarmes e muita posse de bola. Chama atenção os bons arranques. Ainda tem de melhorar o domínio e os passes.

6,5
Elias
Com mais liberdade graças à formação tática do time, jogou como armador e arriscou bons chutes ao gol de Renan.

6,5
Renato Augusto
Com boa visão de armador, fez importantes lançamentos e viradas de jogo. Foi o melhor jogador em campo.

5,5
Luciano
Movimentou-se bem e acertou bons lançamentos. Teve boas chances para marcar, mas perdeu um "caminhão de gols".

6,5
Malcom
Além de bons passes e dribles, cruzou bola que originou o gol do jogo. Como atacante, porém, faltou o essencial: chutar!

6,0
Danilo
Entrou para prender a bola e desempenhou bem seu papel. Ao tentar cruzamentos, mais errou do que acertou.

6,5
Jadson
Arriscou dois chutes a gol, sem levar perigo. Soube prender a bola e praticamente não errou passes ou perdeu a bola.


Tocantins
Pouco tempo em campo.

6,5
Mano Menezes
Diante de gramado ruim, cansaço e calor, fez o time jogar o suficiente. Acertou ao escalar três volantes: deixou Elias livre.

GOIÁS, por Lucas Faraldo (lucasfaraldo@lancenet.com.br)

6,5
Renan
Fez boas defesas em chutes de Elias e Luciano. Não teve culpa no gol.

3,0
Felipe Macedo
Tomou cartão, fez gol contra, errou passes, foi desarmado...

4,0
Jackson
Muito mal no jogo aéreo.

3,5
Pedro Henrique
Também mal no jogo aéreo, errou passes e lançamentos.

4,5
Felipe Saturnino
Sofreu para marcar. Errou passes e saídas de bola.

5,5
Amaral
Se destacou com desarmes, mas também pecou com erros de passe.

4,5
Rodrigo
Mal na marcação, violento e fraco na ligação entre defesa e ataque.

4,0
Thiago Mendes
Conseguiu dar incríveis dez passes errados na partida.

4,5
Ramon
Encontrou dificuldade para dominar bolas fáceis. Presa fácil.

5,5
Esquerdinha
Como marcador, surpreendeu positivamente. À frente, não.

5,0
Erik
No início do jogo, foi bastante acionado. Depois, praticamente sumiu.

5,5
Samuel
Deu opções para os colegas, mas faltou criatividade com a bola nos pés.

4,5
Bruno Mineiro
Ficou 20 minutos em campo. Escondido atrás de rivais.


Alex Alves
Pouco tempo em campo.

4,5
Ricardo Drubscky
Precisa treinar urgentemente sua zaga para situações de jogo aéreo. Testou três equipes distintas ontem: nenhuma levou perigo ao gol rival.