icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2014
19:41

Neste domingo, o Cruzeiro ficou ainda mais perto do título do Campeonato Brasileiro de 2014 ao vencer o Santos por 1 a 0 na Vila Belmiro. O gol da vitória da Raposa foi marcado por Ricardo Goulart, eleito o melhor jogador em campo, seguido pelo companheiro Willian. Do lado do Santos, Alison e Lucas Lima foram os destaques. Veja, a seguir, a análise feita pelo LANCE!Net:

SANTOS, por Murilo Dias (murilodias@lancenet.com.br)

5,5
Aranha
Teve pouco trabalho frente ao forte ataque do Cruzeiro. Não teve culpa no gol, pois Ricardo Goulart acertou ótimo chute.

5,5
Cicinho
Se foi bem em alguns lances no ataque, foi mal em outros na defesa. Errou jogadas simples e facilitou a vida de Marquinhos.

5,0
Neto
No ataque, apareceu apenas quando tentou marcar de bicicleta. Na defesa, perdeu disputas com Marcelo Moreno.

4,5
Bruno Uvini
Errou no primeiro minuto de jogo e depois sumiu. Cumpriu o seu papel na defesa santista sem muito destaque.

5,5
Caju
Perdeu no confronto com William, que venceu a maioria dos lances, mas mostrou-se voluntarioso e ajudou no ataque.

6,0
Alison
Desarmou apenas cinco vezes e, com isso, cometeu poucas faltas. Fez partida tímida, diferente de outras apresentações.

5,0
Renato
Não ajudou o Santos em praticamente nada. Sua participação na partida deste domingo foi muito tímida.

6,0
Lucas Lima
Um toque de qualidade no meio de campo. Sua primeira etapa foi aquém do que pode mostrar, mas melhorou.

5,0
Rildo
Não finalizou nenhuma vez e apenas correu. Não foi útil na armação de jogadas e foi justamente substituído.

5,5
Robinho
Apesar de ter reclamado mais do que jogado neste domingo, era um dos únicos em campo que poderia fazer algo diferente.

5,0
Gabriel
Se optasse por jogadas simples, poderia fazer e ajudar muito mais o Peixe. Quer complicar e erra. Falhou demais neste domingo.

5,5
Thiago Ribeiro
Sua entrada no lugar de Rildo tinha o objetivo de elevar o nível técnico do ataque. Falhou na missão e pouco acrescentou.

5,0
Zeca
Se lançou ao ataque apenas uma vez e acertou o cruzamento. Não fez nada além disso. Uma substituição àa toa no Peixe.

5,0
Jorge Eduardo
Deu dois toques e ficou menos de meio segundo com a bola no pé. Pode se dizer que nem entrou no gramado da Vila.

5,0
Enderson Moreira
Fez o que pode com as peças que tinha, mas viu seu time produzir muito pouco. O Santos jogou muito mal neste domingo.

CRUZEIRO, por Diogo Sautchuk (diogosautchuk@lancenet.com.br)

6,5
Fábio
No lance de perigo com Gabigol, teve calma e atrapalhou o atacante. Fez linda defesa em cabeçada de Neto no fim.

6,5
Ceará
Muito bem posicionado pela direita, experiente lateral foi fundamental na defesa. No ataque, apoiou pouco.

6,5
Manoel
Ganhou todas que brigou pelo alto. Chegou firme em Robinho e anulou bem o ataque santista. Foi regular na Vila.

6,0
Bruno Rodrigo
Com Samudio mal posicionado na marcação, zagueiro fez boas coberturas pelo lado esquerdo. Errou saídas de bola.

5,0
Samudio
Vacilou atrás. Deu liberdade para Cicinho chegar e cruzar em diversas oportunidades. Na frente, foi apático.

6,5
Nilton
Substituiu muito bem o titular Henrique. Grudou no meia Lucas Lima. Desarmou, apoiou e quase marcou de longe.

5,0
Lucas Silva
Com o companheiro Nilton mais fixo na marcação, deveria ter saído mais para o jogo. Como segundo volante, não fez nada.

7,5
Ricardo Goulart
Estava escondido na primeira etapa, mas resolveu aparecer e marcar o gol da vitória em linda jogada. Foi decisivo.

6,0
Marquinhos
Muita velocidade pela esquerda. Levou certo perigo pelas laterais em nas bolas paradas para a área.

7,0
Willian
Apareceu em todos os momentos e deu opção no ataque cruzeirense. Deu linda assistência para o gol de Goulart.

6,5
Marcelo Moreno
Levou perigo para Aranha em cabeçada logo no início do jogo. Participou do gol da Raposa com lindo passe de calcanhar.

5,5
Henrique
Entrou no lugar de Lucas Silva e deu mais consistência na marcação. Recebeu amarelo duvidoso. Foi regular.

6,5
Éverton Ribeiro
Deu mais qualidade para o meio do Cruzeiro. Entrou no jogo para segurar a bola. Tranquilizou a posse de bola celeste.

6,0
Willian Farias
Substituiu Ricardo Goulart para fechar a casa e administrar vantagem. Quase fez o dele no fim chutando no travessão.

7,0
Marcelo Oliveira
Mesmo poupando um dos seus principais jogadores, soube montar um time inteligente atrás e decisivo na frente.