icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2013
18:29

Atlético-MG e Cruzeiro voltaram voltaram a ser pauta no Superior Tribunal de Justiça Desportivo, ainda por conta dos incidentes no clássico mineiro do dia 13 de outubro, no Independência. O STJD atendeu ao pedido da procuradoria e puniu os dois maiores times de Belo Horizonte. O time alvinegro perdeu um mando, enquanto a Raposa sofreu dois, mas já pagou um na 35ª rodada do Brasileiro, contra a Ponte Preta.

O Cruzeiro terá que pagar sua outra partida apenas no torneio do ano que vem. Isso acontece devido ao prazo inferior de dez dias antes da próxima partida do time celeste em casa, contra o Bahia, no dia 1º de dezembro. A multa de 40 mil reais, no entanto, foi mantida. A partida contra o time baiano será marcada pela entrega da taça de campeão, além de uma festa na esplanada do Mineirão para o torcedor estrelado.

O STJD manteve a pena de 20 mil reais para o Galo, além da perda de um mando de campo. A decisão, inicialmente, faz com que o clube não enfrente o Vitória em Belo Horizonte. Para a partida que fecha a participação da equipe no Brasileiro, a diretoria alvinegra planejava mandar a partida no Mineirão, onde poderia lotar o estádio faltando apenas um dia para a delegação embarcar para o Marrocos.

O departamento jurídico do Atlético ainda não informou se irá acatar a decisão ou se ainda tentará alguma medida para mandar o jogo contra o Vitória em Belo Horizonte. A partida diante do Goiás, marcada para este sábado, será realizada normalmente no Independência.