icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2014
00:33

Uma vitória importante, mas que não decidiu nada. É assim que os jogadores do Atlético-MG comentaram o placar de 2 a 0 no jogo de ida da final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Independência. E que desta vez será o time que precisa tomar cuidado. Por cinco vezes o Galo tirou o placar de 2 a 0 contra. E é bom o feitiço não virar conta o feiticeiro...

– Não vamos deixar isso acontecer de jeito nenhum. Repetiremos a raça deste jogo no Independência para sermos campeões no Mineirão – disse o zagueiro Jemerson.

Diego Tardelli disse que jogou no sacríficio.

– Venho com este incômodo há quatro dias. Mas não era o momento de ficar fora. E fui feliz ajudando o time. Não fiz gol, mas o Galo tem Luan e Dátolo para decidirem – disse o atacante, que falou que a vantagem teve um gosto de forra:

– No passado sentimos na pele, quando levamos de 3 a 0 na ida na decisão Mineira. Agora são eles que vão ter de correr atrás da gente.