icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
08:30

O Botafogo experimentou sensações diferentes no clássico contra o Flamengo. Depois de massacrar o adversário no primeiro tempo, recuar e levar uma enorme pressão do rival na etapa complementar, o Glorioso buscou explicações para mudança de panorama no jogo. Com a cabeça mais fria, os jogadores recordaram o comportamento do time e admitiram que a tática usada não foi a mais apropriada.

No domingo, na coletiva após o jogo, o técnico Oswaldo de Oliveira afirmou que não mandou a equipe se postar na defesa no intervalo, mas o fato é que a entrada do volante Renato no lugar do meia-atacante Vitinho (aos 18 minutos do segundo tempo) levou o time para trás. Aos 49 minutos, Elias aproveitou um descuido da zaga alvinegra e empatou o clássico no retorno das equipes ao Maracanã.

Leia o complemento desta matéria no L! Digital.


Na volta ao Maraca, Fla arranca empate contra o Botafogo

O Botafogo experimentou sensações diferentes no clássico contra o Flamengo. Depois de massacrar o adversário no primeiro tempo, recuar e levar uma enorme pressão do rival na etapa complementar, o Glorioso buscou explicações para mudança de panorama no jogo. Com a cabeça mais fria, os jogadores recordaram o comportamento do time e admitiram que a tática usada não foi a mais apropriada.

No domingo, na coletiva após o jogo, o técnico Oswaldo de Oliveira afirmou que não mandou a equipe se postar na defesa no intervalo, mas o fato é que a entrada do volante Renato no lugar do meia-atacante Vitinho (aos 18 minutos do segundo tempo) levou o time para trás. Aos 49 minutos, Elias aproveitou um descuido da zaga alvinegra e empatou o clássico no retorno das equipes ao Maracanã.

Leia o complemento desta matéria no L! Digital.


Na volta ao Maraca, Fla arranca empate contra o Botafogo