icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
22/02/2015
17:56

O América venceu o Atlético- por 2 a 1, no primeiro clássico do Campeonato Mineiro 2015. Com gols do lateral-esquerdo Bryan e do meia-atacante Mancini, de pênalti, o mandante passou pelos comandados de Levir Culpi, de virada, em duelo disputado no Estádio Independência, pela quarta rodada do torneio regional. A partida ainda marcou o fim do jejum de André, autor do único tento do Galo.

O resultado faz com que o time alvinegro termine a rodada na terceira colocação, perdendo a liderança para o arquirrival Cruzeiro. O Coelho, por sua vez, assumiu a vice-líderança do torneio, com dez pontos conquistados. A equipe de Givanildo Oliveira ultrapassa o perdedor do compromisso desta tarde.

O primeiro tempo foi marcado pelo domínio atleticano. Embora tivesse mais posse de bola, o time comandado por Levir Culpi não conseguiu balançar as redes. Liderados pelo colombiano Sherman Cárdenas, os jogadores alvinegros desperdiçaram inúmeras oportunidades. A mais clara foi do atacante Carlos.


Na volta do intervalo, o jogo ficou mais movimentado. André desencantou após 14 partidas sem marcar – não celebrava desde junho, em triunfo sobre o Santos, pela edição passada do Campeonato Brasileiro. O centroavante estufou a rede de João Ricardo em cobrança de pênalti.

No lance que o árbitro Igor Junio Benevenuto anotou pênalti para o Galo, o lateral-direito Patrick recebeu cartão vermelho e teve que ir para o vestiário mais cedo. A saída do jogador dava indícios de que o visitante teria mais chances de marcar e, consequentemente, vencer o compromisso.

A teoria, entretanto, não foi colocada em prática e o América dominou as ações do confronto. Seis minutos após o gol do camisa 9 do Atlético, o lateral-esquerdo Bryan aplicou belo drible em Carlos César e acertou um belíssimo chute no canto esquerdo de Victor. A bola foi no ângulo do camisa 1 alvinegro.

E o Coelho seguiu como o dono do jogo. Bryan foi novamente o responsável por criar uma boa jogada que acarretou em pênalti sofrido por Felipe Amorim. Na cobrança, o meia-atacante Mancini deslocou o goleiro Victor e balançou a rede, assegurando o triunfo do time mandante.

Em vantagem numérica, o Atlético se lançou para o ataque e insistiu em jogadas aéreas. Ainda assim, os atletas de Levir Culpi não conseguiram balançar novamente a rede de João Ricardo, mantendo a invencibilidade do América no Campeonato Mineiro.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Data/hora: 22/2/2015 – às 16h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Marconi Helbert Vieria (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

Cartões amarelos: Patrick, Bryan, Rodrigo Silva, Thiago Santos (AME); Josué, André, Carlos César, Edcarlos, Emerson Conceição (CAM)

Cartão vermelho: Patrick (AME)

Gols: André – 13’/2ºT (0-1); Bryan – 19’/2ºT (1-1) e Mancini – 31’/2ºT (2-1)

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Patrick (Expulso aos 12’/2ºT), Alison, Anderson Conceição (André – 41’/2ºT) e Bryan; Thiago Santos, Diego Lorenzi, Mancini e Felipe Amorim; Henrique (Robertinho – 14’/2ºT) e Rodrigo Silva (Douglas Dopo – 35’/2ºT). Técnico: Givanildo Oliveira.

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Tiago, Edcarlos e Emerson Conceição; Pierre, Josué (Danilo Pires – 34’/2ºT) e Cárdenas (Dodô – 23’/2ºT); Cesinha, Carlos e André. Técnico: Levir Culpi.