icons.title signature.placeholder Beto Vieira, Igor Siqueira, Rodrigo Cerqueira e Thiago Correia
29/06/2014
10:34

A Colômbia conseguiu vencer o Uruguai por 2 a 0 neste sábado pelas oitavas de final da Copa do Mundo, e agora terá o Brasil pela frente. O atacante Jackson Martínez, titular contra a Celeste, e que deve enfrentar a Seleção Brasileira nas quartas, falou da importância de enfrentar a equipe anfitriã, mas também garantiu que não se intimida.

- É um privilégio jogar contra a equipe local, é um jogo importante. Por nós, temos que continuar trabalhando e seguir para o mais longe possível no Mundial. O Brasil não assusta. Sabemos que temos que ter cuidado com jogadores importantes. Mas também temos a nossa força que permitiu estarmos aqui. Vamos trabalhar a partida, fazer todo o necessário para preparar bem - disse o Cha Cha Cha na zona mista do Maracanã:

- São poucos dias e vamos tratar de fazer uma excelente atuação. É algo histórico (chegar pela primeira vez nas quartas de final), muito legal, que gostamos muito. Queremos escrever a nossa história 


Jackson também não escapou de responder sobre James Rodríguez, grande astro da classificação da Colômbia. Os dois foram companheiros na temporada de 2012/13 pelo Porto, aonde foram campeões portugues. O centroavante admitiu sentir saudade do craque, mas exaltou outro compatriota que está no Dragão e também na seleção cafetera.

- Sim, sinto! (risos) Mas também chegou lá Quintero, tenho a oportunidade de jogar com ele. Quando ele se foi, não apenas eu senti a falta, mas também o Porto. Há uma relação bonita, uma grande combinação. Os colombianos conseguem render bem. Está sendo mostrado ao longo dos anos. Tomara que o Porto continue com isso.