icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2013
15:56

O Porto está na Colômbia para a disputa de um amistoso contra o Millonarios, e o clube aproveitou para levar alegria para algumas crianças. Os dois astros do país que jogam no Dragão, Jackson Martínez e Quintero, além do técnico Paulo Fonseca, bateram bola com jovens de duas instituições de caridade. O centroavante não escondeu a alegria por estar em sua terra.

- Estou muito contente por poder jogar pelo Porto na Colômbia e aproveitar estes dias no meu país - começou Martínez, que ainda elogiou o novo treinador do time:

- Estamos nos adaptando rapidamente ao seu estilo de jogo. Ele tem sua maneira de pensar, seus métodos, e sua própria maneira de abordar os jogadores.

Martínez ainda elogiou o seu compatriota, o apoiador Quintero, que acabou de ser contratado.

- Se o Porto contratou o Quintero, é porque tem qualidade para jogar aqui. Tem apenas 20 anos mas já tem alguma experiência. Tem uma visão de jogo tremenda e é capaz de fazer o time jogar - concluiu.

O Porto está na Colômbia para a disputa de um amistoso contra o Millonarios, e o clube aproveitou para levar alegria para algumas crianças. Os dois astros do país que jogam no Dragão, Jackson Martínez e Quintero, além do técnico Paulo Fonseca, bateram bola com jovens de duas instituições de caridade. O centroavante não escondeu a alegria por estar em sua terra.

- Estou muito contente por poder jogar pelo Porto na Colômbia e aproveitar estes dias no meu país - começou Martínez, que ainda elogiou o novo treinador do time:

- Estamos nos adaptando rapidamente ao seu estilo de jogo. Ele tem sua maneira de pensar, seus métodos, e sua própria maneira de abordar os jogadores.

Martínez ainda elogiou o seu compatriota, o apoiador Quintero, que acabou de ser contratado.

- Se o Porto contratou o Quintero, é porque tem qualidade para jogar aqui. Tem apenas 20 anos mas já tem alguma experiência. Tem uma visão de jogo tremenda e é capaz de fazer o time jogar - concluiu.