icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/04/2014
12:33

Oswaldo de Oliveira sinalizou uma possível mudança no Santos. Com a entrada de Alison no meio de campo, Arouca era quem poderia ganhar chances para subir mais ao ataque, já que seu novo companheiro de setor é quem seria encarregado de marcar mais. Porém, o camisa 5 fez mistério com a escalação e afirmou que essa alteração pode não ser definitiva até o fim de semana.

- O professor treinou com Alison hoje (quarta-feira), mas em nenhum momento falou que será definitivo. Deu pra perceber que ganhamos agressividade na marcação, mas vamos ver durante a semana se vai ser isso mesmo - disse o volante, que atuou em 16 das 18 partidas do Peixe no Campeonato Paulista.

Caso se concretize a entrada de Alison no meio de campo, Cícero passaria a atuar na função de armador, onde antes jogava Gabriel, e Arouca poderia sair mais para o jogo. Mas para o experiente marcador, essa ideia pode ficar só na teoria, porque na prática ele quer uma marcação mais forte.

- Se tiver oportunidade de chegar mais na frente a gente chega, mas a prioridade é marcação. Não pode atacar pra deixar a zaga exposta. A gente jogou para vencer, e agora não vai ser diferente. Agora é tudo ou nada já que o primeiro jogo não foi tão legal - comentou.

Caso o Santos reverta o placar de 1 a 0 conquistado pelo Ituano no primeiro jogo da final, será o quarto título Paulista de Arouca com a camisa alvinegra.