icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
12:52

O Santos tem mais de um motivo para vencer o São Paulo - no domingo, às 17 horas, na Arena Pantanal - do que apenas querer ganhar um clássico. Sem conquistar uma vitória há oito jogos, o Peixe terá pela frente um Tricolor com time misto e focado na Copa Sul-Americana. Além disso, o Alvinegro tem a chance de atrapalhar o rival na disputa pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro.

Segundo o volante Arouca, um dos líderes do grupo, a maior motivação do Santos é por causa própria.

- A gente não pensa em ajudar ninguém, queremos nos ajudar. Independente se vai ajudar alguém, o Santos quer vencer. Por acaso, se vencermos ajudamos o Cruzeiro a se distanciar na pontuação, mas vai ser mérito deles pelo que fizeram no campeonato todo - disse o camisa 5 no CT Rei Pelé.

Um dos fatores adversos para o time da Vila Belmiro, que tem 47 pontos e está na oitava colocação do Brasileirão, é justamente ter um campo neutro em uma partida que seria mandante já que o clube vendeu o jogo para uma empresa de eventos por R$ 1 milhão.

- Sabemos da questão que o Santos enfrenta financeiramente. Mandamos o jogo lá por necessidade. Sempre preferirmos a Vila, mas por necessidade vamos para lá. Vai ser um campo neutro - finalizou o meio-campista, que mostrou compreender a situação econômica do Peixe, que não quitou os vencimentos referente ao último mês.