icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/03/2014
09:02

A Polícia Civil encerrou na tarde de domingo a perícia no local do acidente onde Fabio Hamilton da Cruz perdeu a vida após cair de uma altura de oito metros enquanto trabalhava em uma das arquibancadas móveis da Arena Corinthians. O local já foi liberado pelos policiais e a obra deve ser retomada na manhã desta segunda-feira.

A partir de agora, o titular do 65° DP de Artur Alvim, o delegado Luiz Antonio da Cruz, ouvirá pessoas que estavam no local e viram o acidente de perto. Ao menos dois colegas de Fábio estavam a poucos metros no momento em que o operário caiu. Os primeiros indícios apontam como negligência do funcionário.

ENTERRO EM DIADEMA
Também neste domingo, por volta das 16h, o corpo de Fabio Hamilton da Cruz, 23 anos, foi sepultado no cemitério municipal da cidade de Diadema. O operário perdeu a vida após cair de uma das arquibancadas provisórias da Arena Corinthians. Familiares e amigos se reuniram para prestar as últimas homenagens ao morador do Parque Reid.

– Ele era um amor de pessoa. Gostava muito de ficar com a família. Tinha medo de altura – disse a prima Marina Dionísio, em entrevista ao Diário do Grande ABC.

Segundo alguns familiares, Fabio era corintiano fanático, se orgulhava de trabalhar nas obras do estádio do time de coração e aguardava a finalização das obras para acompanhar os jogos da equipe lá.