icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/06/2014
11:03

Com 14 pontos, o Santos terminou a primeira parte do Brasileirão, período anterior à parada da Copa do Mundo, em nono lugar. A equipe do técnico Oswaldo de Oliveira venceu suas duas últimas partidas e parte confiante para as férias de 15 dias e a intertemporada que ainda tem local indefinido para acontecer. Apesar de satisfeito pelo rendimento do Peixe, o goleiro Aranha aponta para questões que ainda atrapalham a jovem equipe no Brasileirão.

- Não sei se o grupo terá muitas mudanças nessa parada, mas precisamos melhorar e teremos o tempo que não tivemos no começo do ano. O Santos tem um grupo bom, com excelentes jogadores, mas às vezes falta um pouco de malícia. Precisamos aperfeiçoar o que queremos fazer, coisas que fizemos com o campeonato rolando anteriormente - diagnosticou o camisa 1 do Peixe.

Titular absoluto na temporada 2014, Aranha entrou em campo 30 vezes e levou apenas 23 gols. Acompanhou dentro de campo a traumática perda do Campeonato Paulista para o Ituano e os maus resultados do início do Brasileirão que deixaram o técnico Oswaldo de Oliveira ameaçado no cargo. Agora, quer contar com a força da torcida por um segundo semestre melhor.

- Quanto mais jogadores de alto nível melhor, ninguém vai recusar, mas o torcedor tem de ter paciência, correr conosco. Temos ótimos meninos, como o Geuvânio, que mostrou que joga muita bola. A gente não tem um time recehado de estrelas, a maioria é de garotos, mas temos dado o melhor. O torcedor fica insatisfeito quando o time não corre, mas corremos muito, e o torcedor tem de ter paciência - pediu o experiente jogador de 33 anos.