icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
20:03

Um dos destaques do Corinthians na vitória por 2 a 0 contra o Bahia foi Chicão, que voltou ao time titular diante da decisão da comissão técnica de poupar Paulo André por medo de lesões. O camisa 3, que tem contrato apenas até dezembro, foi bastante elogiado pelo técnico Tite, que fez um lobby por sua renovação.

– Teve uma grande atuação, no nível da equipe. Quando a gente faz marcação compacta, ele se sobressai nas suas características, que são antecipação e saída de bola. Respeitando o clube, conto tanto com ele quanto com o Sheik até o final do ano. Respeitando o clube e a vontade deles, não posso interferir, mas de dependesse só do Tite? Eu quero (a permanância deles), sim.

O zagueiro e o atacante vivem situação idêntica. Com menos de seis meses de vínculo, já podem assinar um pré-contrato com outro clube. Ambos querem permanecer e negociam com o Timão, que lhes oferece só mais um ano de contrato. Ambos querem dois. Aos 32 anos, o defensor ainda não se pronunciou publicamente sobre a sua situação. Já a diretoria diz que aguarda a decisão dele e do atacante sem nenhuma pressa.

Um dos destaques do Corinthians na vitória por 2 a 0 contra o Bahia foi Chicão, que voltou ao time titular diante da decisão da comissão técnica de poupar Paulo André por medo de lesões. O camisa 3, que tem contrato apenas até dezembro, foi bastante elogiado pelo técnico Tite, que fez um lobby por sua renovação.

– Teve uma grande atuação, no nível da equipe. Quando a gente faz marcação compacta, ele se sobressai nas suas características, que são antecipação e saída de bola. Respeitando o clube, conto tanto com ele quanto com o Sheik até o final do ano. Respeitando o clube e a vontade deles, não posso interferir, mas de dependesse só do Tite? Eu quero (a permanância deles), sim.

O zagueiro e o atacante vivem situação idêntica. Com menos de seis meses de vínculo, já podem assinar um pré-contrato com outro clube. Ambos querem permanecer e negociam com o Timão, que lhes oferece só mais um ano de contrato. Ambos querem dois. Aos 32 anos, o defensor ainda não se pronunciou publicamente sobre a sua situação. Já a diretoria diz que aguarda a decisão dele e do atacante sem nenhuma pressa.