icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/12/2013
20:09

Mais ou menos seis horas após a morte do operário Marcleudo de Melo Ferreira, de 22 anos, que despencou de uma altura de 35 metros, dentro da Arena da Amazônia, outro caso de óbito foi registrado neste sábado. José Antônio do Nascimento, 49 anos, sofreu um infarto quando trabalhava nos serviços de limpeza e terraplanagem para o asfaltamento do Centro de Convenções da Amazônia.

José Antônio prestava serviços para a Conserge, que está realizando obras para o Centro de Convenções da Amazônia. Apesar de não fazer parte das obras da Arena, o Centro de Convenções, que fica ao lado do estádio, será usado pela Fifa durante a disputa da Copa do Mundo.

E MAIS:
> Fifa expressa 'grande tristeza' com morte de operário
> Operário morre ao despencar na Arena de Manaus
> Acidentes e mortes marcam construções de estádios brasileiros
> Arena Corinthians tem novos prazos definidos e cinco guindastes liberados

Segundo assessoria de imprensa da Secretaria da Região Metropolitana de Manaus, José Antônio se sentiu mal quando subiu em uma caçamba. Uma ambulância do Samu foi acionada para realizar o atendimento, mas o trabalhador não resistiu.