icons.title signature.placeholder Jonas Moura
15/04/2014
17:07

A festa do último domingo foi completa para o cruzeirense Filipe Ferraz. O ponteiro do Sada Cruzeiro, bicampeão da Superliga Masculina diante do Sesi-SP, comemorou a conquista de sua equipe pela manhã, no Ginásio Mineirinho, e ainda deu uma segunda volta olímpica na parta da tarde, no Mineirão, palco do título da Raposa diante do Altético-MG.

No Sada desde a temporada 2010/2011, ele é um dos mais identificados com o clube. Na decisão, foi herói ao lado do oposto Wallace, aparecendo com eficiência nas defesas e nas definições dos ataques. Agora, ele tem uma semana de descanso antes de retomar o foco para as quadras. E por enquanto só pensa em comemorar o dia dos sonhos que viveu.

– Nossa equipe estava muito focada. Sabíamos da importância de ganhar uma Superliga em casa. Era o que faltava para a gente, já que em 2011 perdemos para o próprio Sesi. A equipe vem coesa. Em nenhum momento nos dispersamos, e eles não cresceram em nenhum momento. Agora é aproveitar essa semana de descanso – disse o ponteiro.

Logo após a conquista da Superliga, Filipe admitiu que a fase decisiva do torneio o deixou ainda mais motivado a ajudar o grupo. O resultado pôde ser comprovado nos números da final. Ele recebeu 14 bolas no total e converteu 10 em pontos para sua equipe, o que resulta em aproveitamento de 71%. Além disso, foi o maior pontuador da decisão.

– Foi um jogo bacana para mim. Eu estava muito centrado. Desde as quartas de final tenho procurado me tornar ainda mais importante para o grupo, dar um passe na mão, deixar o William nas melhores condições, e ser uma liderança dentro da equipe. Consegui fazer isso muito bem na final, mas a equipe toda está de parabéns – afirmou.