icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/06/2014
20:26

Expulso na estreia de Portugal na Copa do Mundo, contra a Alemanha, o luso-brasileiro Pepe deve voltar ao time português para a partida decisiva contra Gana, nesta quinta-feira, em Brasília. Muito criticado e apontado por muitos como o culpado pelo vexame diante dos alemães, Pepe falou sobre rechaçou qualquer possibilidade de não vestir mais a camisa da seleção, como alguns companheiros já fizeram.

- Minha decisão para deixar a seleção, não vou abdicar da seleção não vou mandar carta como alguns jogadores já fizeram. No meu ponto de vista vou deixar para presidente e treinador entender que não posso mais servir a seleção. Estou preparado para o meu final de carreira e quando for a altura disso acontecer vou estar preparado para deixar a seleção e sair de cabeça erguida - disse o zagueiro.

O técnico Paulo Bento é outro que, assim como Pepe, vem sofrendo muitas críticas por parte da imprensa e da torcida portuguesa. Nesta quarta-feira, o treinador deu uma entrevista coletiva e se irritou com as perguntas sobre a continuidade dele no cargo.

- Mantenho toda a confiança. E tenho boa relação com todo o staff da seleção. O único responsável por aquilo que está a passar, o único responsável sou eu. Logicamente que irei analisar, lógico que irei sentar e analisar quando for o momento. Vocês dizem que vou colocar o lugar a disposição, dizem que vou emborar e depois vem me perguntar. Seria perguntar primeiro Ja punham aquilo que vocês querem.