icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/04/2014
12:33

A dominância do Real Madrid sobre o Bayern de Munique, goleando o rival por 4 a 0 e fazendo 5 a 0 no agregado da semifinal da Liga dos Campeões colocou os Merengues como favoritos absolutos ao título, independente de quem passar do outro lado, entre Chelsea e Atlético de Madrid. Mas a goleada também lembrou outros momentos históricos da Champions, em que um time passou de forma avassaladora por outro.

A maior goleada da história do torneio aconteceu em 1973-74, quando o Dínamo de Bucareste aplicou 12 a 0 no agregado para cima do Crusaders, da Irlanda do Norte. O primeiro jogo foi "apenas" 1 a 0 e na volta houve o impiedoso 11 a 0. Na mesma edição (vencida curiosamente pelo Bayern de Munique), outras goleadas tiveram destaque - 10 a 0 do Club Brugge (BEL) para cima do Floriana (MLT) e 9 a 1 do tradicional Celtic diante do TPS, da Finlândia.

Em jogos mata-mata, uma das grandes goleadas também foi dada nesta temporada e pelo próprio Real Madrid - nas oitavas de final, os Merengues venceram o Schalke 04 por 6 a 1, fora de casa, na maior vitória em uma fase eliminatória da história do torneio. Recipiente do "atropelo" da última terça-feira, o Bayern de Munique pode se consolar no fato de ter a maior vitória agregada no mata-mata - 7 a 0 sobre o Basel, nas oitavas de final da Champions de 2011-12, quando os bávaros perderam na final para o Chelsea.

Em finais, quatro edições estão empatadas em relação à diferença de gols. Em 1960, 1974, 1989 e 1994, os vencedores sapecaram quatro gols a mais que os fregueses. Foi assim que Real Madrid, Bayern de Munique e Milan (duas vezes) venceram Eintracht Frankfurt, Atético de Madrid, Steaua Bucareste e Barcelona, respectivamente.

Cristiano Ronaldo exalta recorde e merecimento do Real Madrid