icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/12/2013
13:00

Com o fim do ano se aproximando, os clubes brasileiros tentam correr para definir, além de reforços, os técnicos para a próxima temporada. E quase todos já conseguiram decidir seus respectivos treinadores. Entre os tidos grandes, somente o Fluminense ainda não definiu seu técnico para 2014.

Atualmente Dorival Júnior está à frente do Tricolor carioca, mas a diretoria do clube não confirma a continuidade do trabalho. Apesar de ter agradado nas cinco partidas em que esteve comandando o time das Laranjeiras, Dorival conta com dois concorrentes para o cargo. Ney Franco, que no momento está no Vitória é o favorito do presidente Peter Siemsen e do diretor executivo Felipe Ximenes. Já Renato Gaúcho acaba de sair do Grêmio e tem a preferência de Celso Barros, presidente da Unimed.

Para o lugar de Renato, o Grêmio confirmou Enderson Moreira, que chamou a atenção com o trabalho feito em 2013 no Goiás. Já o Esmeraldino fechou com Claudinei de Oliveira, que estava no Santos. O Peixe, por sua vez, oficializou a contratação de Oswaldo de Oliveira. No Internacional, o substituto de Clemer, Abel Braga, foi apresentado oficialmente.

Outro clube que confirmou seu novo técnico foi o Botafogo. Para o lugar de Oswaldo de Oliveira, que se transferiu para o Santos, a diretoria confirmou a efetivação de Eduardo Hungaro. Enquanto o Bahia acertou com um técnico da nova geração de treinadores que tem feito sucesso no país. Marquinhos Santos, ex-Criciúma, comandará o Esquadrão por um ano.

O último a anunciar um novo comandante foi o Atlético-MG, que confirmou através do presidente Alexendre Kalil, Paulo Autuori para o lugar de Cuca, de saída para o futebol chinês.

O Corinthians já havia acertado com Mano Menezes, enquanto Flamengo, Vasco, São Paulo, Palmeiras e Cruzeiro permanecem com os treinadores que finalizaram o ano nos clubes.