icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/12/2013
12:00

Os dirigentes do Shandong Luneng (CHI) estão cada vez mais confiantes de que terão o atacante Aloísio a partir do ano que vem. Após realizar uma proposta pela liberação do São Paulo, os chineses receberam uma resposta que consideram animadora e esperam fechar a negociação após o Natal.

O São Paulo tem 20% dos direitos econômicos de Aloísio pelo contrato de vitrine, com duração até junho do ano que vem, e ficaria com cerca de R$ 3,2 milhões dos cerca de 5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões) oferecidos. A outra parte é dos agentes do atleta, que querem a negociação.

Aloísio está inclinado a sair e a China deve ser seu destino. O camisa 19 ficou irritado com a postura da diretoria, pois gostaria de uma valorização. Ele foi o artilheiro do time, com 22 gols, ao lado de Luis Fabiano, e o atleta que mais jogou pelo clube este ano, com 71 partidas.