icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/12/2013
21:35

Menos de uma semana depois de eliminar o Vôlei Amil na semifinal do Campeonato Paulista, o Sesi-SP volta a enfrentar o time de Campinas nesta terça-feira, agora pela Superliga Feminina. Tentando esquecer a derrota para o Molico/Osasco na decisão, que ocorreu logo em seguida, as comandadas de Talmo de Oliveira receberão as rivais no Ginásio da Vila Leopoldina, às 19h30.

O Vôlei Amil ocupa a terceira posição na tabela, enquanto o Sesi aparece em sétimo lugar.

A levantadora Dani Lins, que voltou a jogar recentemente após sofrer um o rompimento da fáscia plantar, reconheceu a má atuação do Sesi na final e admitiu a tristeza pelo resultado. Porém, ela garante que o o grupo já está focado somente nos próximos desafios.

– Foi minha primeira final de Paulista. Mesmo jogando mal, conseguimos fazer dois sets apertados. Numa final tínhamos de entrar com tudo, sorrindo, brincando, como o grupo costuma ser. Então fiquei muito triste, mas hoje acordei com outro pensamento, porque a temporada não para. Com o final do Estadual, agora é foco total na Superliga. O que temos de tirar como aprendizado é sempre entrar com o máximo de vontade, sem cabeça baixa – disse a jogadora.

O Vôlei Amil se recuperou bem do revés para o Sesi e, ainda na semana passada, venceu o Banana Boat/Praia Clube. Destaque daquela partida, com a incrível marca de 37 pontos, a oposto Tandara acredita que sua equipe entrará em quadra com uma postura mais agressiva do que no último encontro com o Sesi.

– Vamos enfrentar um time grande, que também quer brigar pelas primeiras posições, então treinamos muito forte. Acho que pelo fato delas terem jogado no domingo saímos um pouquinho na frente. Depois da semifinal do Paulista, quando acho que entramos meio de "guarda baixa", vamos jogar com tudo para ganhar – afirmou.