icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/02/2015
22:33

Jadson esteve bem perto de acertar com o Jiangsu Sainty, da China. Mas foi convencido pelos familiares de que morar do outro lado do mundo, neste momento, não é uma boa ideia. Após a vitória do Corinthians em Lins, o técnico Tite confirmou a conversa olho no olho com o meia, que é um dos seus principais jogadores neste início de temporada.

- Nós tínhamos, para o equilíbrio da equipe, quatro armadores diferentes. Um mais condutor que era o Lodeiro, um passador na essência que é o Jadson, um passador e condutor, que é o Renato, e Danilo, que tem transições, trabalha mais na frente, mais avançado. Por ser pesado, não faz transição longa. Que bom que o Jadson ficou! - afirmou o comandante, que ainda completou:

- Posso dizer que ele conversou com a direção, uma série de pessoas, mas eu disse: "A decisão que for boa para você, sua esposa e sua família é a que importa. Não ouça mais ninguém!". Quando fecha a porta do seu apartamento, é ali que as coisas acontecem. "Qualquer que seja a decisão, eu vou respeitar, mas faça o que for bom para ti, sua esposa e sua família" - revelou.

Jadson, que não viajou a Lins (SP), deve ser um dos titulares do Corinthians no próximo domingo, quando a equipe recebe o Mogi Mirim na Arena. Tite não confirmou a participação do camisa 10, mas falou sobre a possibilidade de colocar todos os titulares antes de encarar o San Lorenzo (ARG), pela Libertadores, em Buenos Aires. Confronto acontecerá na próxima quarta-feira.

- Quer ver como vocês (jornalistas) têm de ajudar a ideia de elenco? E não usar reserva, alternativo, principal. Eu não sei. Até ontem não tinha titular do lado direito, na linha de quatro, agora voltou o Jadson. Não sei, o campo mostra, o treinamento mostra. Tenho dito isso, por toda a história o Edu Dracena tinha de ser titular, mas o Felipe foi bem, como o técnico vai tirar? Quero ter bom senso, criterio, é dificil, tem de ser justo, é trabalhar o dia a dia - lembrou.