icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/07/2013
17:11

O Vasco voltou a treinar no estádio de São Januário na tarde desta segunda-feira. O clube, que cedeu o local à Fifa para treinos de seleções durante a Copa das Confederações há um mês, encontrou melhorias deixadas pela entidade no local. Entre elas estavam novas balizas, bandeirinhas de escanteio e uma barreira móvel. Outra diferença foi no gramado, que agora está mais reduzido. As placas de publicidade, que foram cobertas com lonas pela entidade máxima do futebol, continuam sem aparecer.

A boa notícia do dia ficou por conta do zagueiro Luan, que estava com um incômodo no púbis, e voltou a treinar com bola normalmente. Já o meia colombiano Santiago Montoya esteve no clube, realizou um trabalho na academia, mas não foi à campo. O jogador ainda tenta regularizar alguns documentos para poder atuar pelo Vasco no próximo jogo da equipe, contra o Internacional, no domingo, às 16h, no estádio Centenário.

No período em que não pode contar com a Colina, o Cruz-Maltino utilizou o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan). Na semana passada, a comissão técnica chegou a cancelar um treinamento alegando falta de privacidade no local.

No padrão Fifa, jogadores recebem um novo São Januário

O Vasco voltou a treinar no estádio de São Januário na tarde desta segunda-feira. O clube, que cedeu o local à Fifa para treinos de seleções durante a Copa das Confederações há um mês, encontrou melhorias deixadas pela entidade no local. Entre elas estavam novas balizas, bandeirinhas de escanteio e uma barreira móvel. Outra diferença foi no gramado, que agora está mais reduzido. As placas de publicidade, que foram cobertas com lonas pela entidade máxima do futebol, continuam sem aparecer.

A boa notícia do dia ficou por conta do zagueiro Luan, que estava com um incômodo no púbis, e voltou a treinar com bola normalmente. Já o meia colombiano Santiago Montoya esteve no clube, realizou um trabalho na academia, mas não foi à campo. O jogador ainda tenta regularizar alguns documentos para poder atuar pelo Vasco no próximo jogo da equipe, contra o Internacional, no domingo, às 16h, no estádio Centenário.

No período em que não pode contar com a Colina, o Cruz-Maltino utilizou o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan). Na semana passada, a comissão técnica chegou a cancelar um treinamento alegando falta de privacidade no local.

No padrão Fifa, jogadores recebem um novo São Januário