icons.title signature.placeholder Bruno Grossi e Marcio Porto
20/11/2014
11:01

Além das represálias públicas feitas contra a Penalty na última quarta-feira, a diretoria do São Paulo pode tomar atitudes jurídicas contra a fornecedora de material esportivo após a marca deixar vazar um cartaz em que a aposentadoria de Rogério Ceni já era dada como definitiva.

Desde que as polêmicas geradas pela gafe passaram a dominar o noticiário e as redes sociais, os dirigentes tricolores já incluíram o departamento jurídico do clube nas conversas para saber se existem medidas a serem tomadas contra a Penalty.

– Ainda não temos muito o que falar ou fazer, mas já estamos consultando o departamento jurídico. Precisamos ver o que podemos fazer, pois foi algo inadmissível – afirmou o diretor de marketing Ruy Barbosa ao LANCE!Net.

Antes do jogo contra o Atlético Nacional (COL) pela Copa Sul-Americana, o presidente Carlos Miguel Aidar apareceu vestindo agasalho da Reebok, antiga parceira do São Paulo. Na internet, os torcedores se mostraram favoráveis à possível indireta do mandatário.