icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/06/2014
19:54

Duas vitórias em dois jogos. 100% de aproveitamento num grupo encardido de Copa do Mundo. Triunfo maiúsculo sobre a atual campeã no Maracanã. Torcida invadindo em peso Cuiabá e Rio de Janeiro. Vaga garantida nas oitavas de final com uma rodada de antecipação. Tudo colabora para o aumento da euforia chilena. Após bater a Espanha por 2 a 0, alguns jogadores já pensam em fazer história.

– Quando criança, me imaginava levantando o troféu da Copa do Mundo. Esse sonho ninguém pode me tirar. Somos jovens que buscam algo
grande na vida – disse o atacante Alexis Sánchez.

O elenco sabe que a missão não é fácil. Para consolidar o rótulo de “melhor Chile de todos os tempos”, a seleção precisa superar a geração de
1962, que alcançou a terceira colocação na Copa do Mundo disputada no próprio país.

– Se é o melhor Chile da história, veremos ao longo do tempo. A equipe joga com valentia contra qualquer rival – ponderou o técnico da seleção andina, Jorge Sampaoli.

A atuação dos chilenos também chamou a atenção de personalidades da bola. Nesta quinta, coube a Maradona e José Mourinho os elogios à seleção sul-americana.

– Muita coesão, mentalidade fortíssima e espírito de trabalho. O Chile fez uma partida fantástica – declarou o treinador português.