icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
13/06/2014
17:23

Depois de desabafar sobre as vaias que recebeu da arquibancada durante o jogo entre Brasil e Croácia, disputado na última quinta-feira, em São Paulo, a presidente Dilma Rousseff evitou falar sobre futebol na tarde desta sexta-feira, no Recife (PE), e preferiu não tocar mais em polêmicas. A mandatária esteve na capital pernambucana para participar da inauguração de uma via, a Via Mangue.

O máximo que a governante falou sobre futebol foi quando fez uma comparação positiva entre o Governo Federal, que segundo ela tem uma grande capacidade em realizar boas obras, com um atacante artilheiro.

Vale lembrar que vaias a presidentes e políticos são comuns em eventos esportivos no Brasil. Na abertura dos Jogos Pan-Americanos de 2007, o então presidente Lula foi vaiado ao iniciar o seu discurso no Maracanã e foi substituído pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Co-Rio, Carlos Arthur Nuzman, que também recebeu apupos. Por causa da recepção negativa, Dilma já havia decidido que não discursaria na abertura.

A cidade de Recife receberá quatro partidas da Copa do Mundo. A primeira delas será nesta sábado, entre Costa do Marfim e Japão, às 22h, na Arena Pernambuco.