icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
07:03

26,6%. Esse é o aproveitamento do São Paulo no Brasileirão até aqui. Com oito pontos de 30 disputados, o desempenho do clube do Morumbi só não é pior que o do Náutico (16,6%), último colocado. Com números de vice-lanterna, o Tricolor só não está na zona de rebaixamento pois adiantou dois jogos em razão da viagem que fará ao exterior, para jogar torneios amistosos.

A Ponte Preta, 17ª colocada por exemplo, tem três partidas a menos e somente um ponto de distância para a equipe são-paulina. O Timbu, lanterna, tem quatro pontos. Se vencer as duas partidas que tem de diferença para o São Paulo, alcança dez na tabela e ultrapassa os paulistas.

Além do aproveitamento baixíssimo neste Nacional, o Tricolor chegou com a derrota para o Internacional a 11 partidas sem vitória na temporada, repetindo as piores marcas da história do clube, datadas de 1951 e 1986. No Morumbi, chegou a seis reveses seguidos e aumentou aquele que é seu recorde mais negativo no Cícero Pompeu de Toledo, superado justamente nesta sequência ruim. Antes, marca era de três quedas seguidas.

São Paulo perde de novo no Morumbi e Inter é novo líder

26,6%. Esse é o aproveitamento do São Paulo no Brasileirão até aqui. Com oito pontos de 30 disputados, o desempenho do clube do Morumbi só não é pior que o do Náutico (16,6%), último colocado. Com números de vice-lanterna, o Tricolor só não está na zona de rebaixamento pois adiantou dois jogos em razão da viagem que fará ao exterior, para jogar torneios amistosos.

A Ponte Preta, 17ª colocada por exemplo, tem três partidas a menos e somente um ponto de distância para a equipe são-paulina. O Timbu, lanterna, tem quatro pontos. Se vencer as duas partidas que tem de diferença para o São Paulo, alcança dez na tabela e ultrapassa os paulistas.

Além do aproveitamento baixíssimo neste Nacional, o Tricolor chegou com a derrota para o Internacional a 11 partidas sem vitória na temporada, repetindo as piores marcas da história do clube, datadas de 1951 e 1986. No Morumbi, chegou a seis reveses seguidos e aumentou aquele que é seu recorde mais negativo no Cícero Pompeu de Toledo, superado justamente nesta sequência ruim. Antes, marca era de três quedas seguidas.

São Paulo perde de novo no Morumbi e Inter é novo líder