icons.title signature.placeholder Guilherme Amaro
icons.title signature.placeholder Guilherme Amaro
02/07/2013
16:46

O sonho do Santos em repatriar novamente o atacante Robinho segue vivo. Na semana passada, o vice-presidente do Peixe, Odílio Rodrigues, consultou a procuradora do jogador, Marisa Ramos, que chegou nesta terça-feira em Milão e se reunirá com o clube italiano nos próximos dias.

Robinho recebeu sondagens de diversos clubes, tanto brasileiros como europeus, mas deixou claro que pretende jogar pelo Santos ou continuar no Milan, com o qual tem contrato até agosto de 2014. Na segunda-feira, o Cruzeiro descartou entrar em negociação pelo atacante e o mesmo já havia acontecido anteriormente com o Internacional.

O Milan, por sua vez, está disposto a negociar o atacante de 29 anos e sugeriu a alternativa de realizar dois amistosos com o Peixe, com a renda das bilheterias destinadas a completar o valor da transferência. A manobra seria parecida com a feita na venda de Neymar ao Barcelona, mas com os papéis invertidos. Robinho quer um salário de cerca de R$1,2 milhão por mês, e os rossoneros não abaixaram a pedida de 10 milhões de euros (cerca de R$ 29 mi), valores que foram rejeitados pelo presidente santista Luis Alvaro.

Ídolo do Santos, o atacante é visto como o jogador ideal para suprir a lacuna deixada por Neymar. A contratação de Robinho seria uma resposta para o torcedor, que vê o clube em processo de reformulação e espera por reforços de peso.

Enquanto sua procuradora tenta viabilizar a negociação com o Milan, Robinho passa as férias na Baixada Santista. Recentemente, inclusive, ele foi à Vila Belmiro para a gravar a participação em um filme do Peixe.




O sonho do Santos em repatriar novamente o atacante Robinho segue vivo. Na semana passada, o vice-presidente do Peixe, Odílio Rodrigues, consultou a procuradora do jogador, Marisa Ramos, que chegou nesta terça-feira em Milão e se reunirá com o clube italiano nos próximos dias.

Robinho recebeu sondagens de diversos clubes, tanto brasileiros como europeus, mas deixou claro que pretende jogar pelo Santos ou continuar no Milan, com o qual tem contrato até agosto de 2014. Na segunda-feira, o Cruzeiro descartou entrar em negociação pelo atacante e o mesmo já havia acontecido anteriormente com o Internacional.

O Milan, por sua vez, está disposto a negociar o atacante de 29 anos e sugeriu a alternativa de realizar dois amistosos com o Peixe, com a renda das bilheterias destinadas a completar o valor da transferência. A manobra seria parecida com a feita na venda de Neymar ao Barcelona, mas com os papéis invertidos. Robinho quer um salário de cerca de R$1,2 milhão por mês, e os rossoneros não abaixaram a pedida de 10 milhões de euros (cerca de R$ 29 mi), valores que foram rejeitados pelo presidente santista Luis Alvaro.

Ídolo do Santos, o atacante é visto como o jogador ideal para suprir a lacuna deixada por Neymar. A contratação de Robinho seria uma resposta para o torcedor, que vê o clube em processo de reformulação e espera por reforços de peso.

Enquanto sua procuradora tenta viabilizar a negociação com o Milan, Robinho passa as férias na Baixada Santista. Recentemente, inclusive, ele foi à Vila Belmiro para a gravar a participação em um filme do Peixe.