icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
16/06/2014
13:33

Maior artilheiro da história do Maracanã, com 333 gols, Zico foi o convidado desta segunda-feira para o encontro da Fifa com os jornalistas no palco da final da Copa-2014. O Galinho falou sobre vários assuntos, inclusive a tecnologia da linha do gol, que está estreando neste Mundial e teve a primeira atuação efetiva em um dos gols da França sobre Honduras.

Só que, ao defender a exatidão nas marcações, Zico acabou alfinetando um certo argentino - Diego Maradona - autor de um dos lances que ficaram para a história, tendo sido batizado como "La Mano de Diós".

- Sou sempre a favor da tecnologia. Você não pode ser eliminado, perder uma Copa com situações em que se vê que a bola entrou ou alguém faz o gol com a mão. Então, acho que o que pudermos fazer para eliminar isso e punir é fundamental. De repente, você faz um gol legal e é anulado. O que puder ajudar as coisas acontecerem de verdade é legal - disse o Galinho, que não titubeou ao ser indagado sobre quem foi o melhor camisa 10 da história:

- Pelé.

O Galinho ainda falou mais sobre o aniversário do Maracanã, que nesta segunda completa 64 anos de vida.

- É um dia especial para mim. Grande parte da minha vida esportiva vivi aqui no Maracanã. Não existe novo ou velho. É sempre Maracanã, hoje mais confortável, seguro, bonito e aconchegante - afirmou, emendando um elogio à Copa-2014:

- Estou muito feliz com tudo o que está acontecendo na Copa, principalmente pelos grandes nomes estarem bem. O calor do brasileiro está deixando todo mundo feliz. A Copa está boa, ótimo espetáculo.