icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/12/2013
00:08

Apesar de a Ponte Preta ter apenas empatado com o Lanús (ARG), por 1 a 1, nesta quarta-feira, no Pacaembu, os jogadores deixaram o campo confiantes para decidir o título da Copa Sul-Americana na Argentina. Para o meia Elias, o mais importante foi não ter perdido, já que o time argentino abriu o placar.

– Ficou um gosto amargo pelo que jogamos nessa partida. A verdade é que fomos melhores e criamos mais do que o Lanús. Lá na Argentina não vai ser fácil também, temos essa certeza, mas vamos buscar o título mesmo sendo fora de casa – afirmou.

Nas fases anteriores da Copa Sul-Americana, a Macaca eliminou o São Paulo, na semifinal, e o Vélez Sarsfield (ARG), nas quartas, ambos campeões da Libertadores, principal torneio sul-americano, com vitórias fora de casa (3 a 1 e 2 a 0, respectivamente) – e empates em casa.

O meia agradeceu à torcida, que colocou mais de 28 mil pagantes do Pacaembu na decisão.

– Temos de agradecer essa torcida toda. Sabemos que aqui não tem só ponte-pretanos, tem o Brasil todo torcendo pela Ponte.

Jorginho agradece torcida e promete resolver na Argentina