icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
21/06/2014
00:07

Morreu na noite desta sexta-feira o ídolo do Palmeiras Oberdan Cattani, aos 95 anos. Ele era o único jogador vivo a ter atuado tanto no Palestra Itália quanto no Verdão e conviveu com problemas de saúde recentemente. Debilitado, foi internado há cerca de dez dias no Hospital do Servidor Público, em São Paulo (SP), e por conta disto teve a data do lançamento de seu busto, que ocorreria nessa quinta-feira, adiado.

A Muralha, como foi conhecido quando jogador, operou recentemente o joelho e o coração. Recuperando-se em casa, passou a perder apetite com o passar do tempo, e precisou voltar ao hospital para o que se considerava ser uma passagem de rotina. Ele, contudo, apresentou uma piora, que fez a família pedir o adiamento do evento, que seria também em comemoração do seu aniversário (ele fez 95 anos no dia 12 de junho). A morte ocorreu por volta das 23h30.

O Palmeiras já foi contatado e estuda como fazer para colaborar no sepultamento do ídolo. Ele atuou no Verdão entre 1941 e 1954, disputou 351 partidas, com 207 vitórias, 76 empates e 68 derrotas. Foi campeão da Copa Rio em 1951, além de ser tetracampeão paulista e vencedor do Rio-São Paulo de 51, também.