icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/03/2014
13:18

O engenheiro Flavio D'Alambert, responsável pela equipe que desenvolveu o projeto da cobertura do Engenhão, comentou que a ferrugem que era vista em vários pontos dos arcos do estádio antes do início da reforma não ameaçava a estrutura.

– Os arcos são de aço patinável, ou seja, cria-se uma pátina que impede a corrosão. Então, mesmo que se crie uma crosta de corrosão (ferrugem), a estrutura não corre risco de abalos. O que não impede, porém, uma pintura – explicou ao LANCE!Net, referindo-se à manutenção preventiva:

– A manutenção é fundamental. Além da preventiva, há também a corretiva. Fizemos uma ação deste gênero na cobertura por causa dos vários balões que caíram em cima do estádio.