icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
23/07/2013
18:17

Após ser anunciado oficialmente na última sexta-feira, o lateral-esquerdo André Santos foi apresentado no Flamengo na tarde desta terça-feira pelo diretor executivo Paulo Pelaipe, no Ninho do Urubu.

O jogador é o primeiro reforço desde a chegada de Mano Menezes ao clube e o único nome vindo do exterior na janela de transferências internacionais. André volta vestir a camisa do Rubro-Negro, onde atuou nas temporadas de 2005 e 2006.

- É uma emoção grande, até porque colocar essa camisa novamente é um prazer enorme. Quero agradecer as pessoas que acreditaram em mim, como o Paulo Pelaipe, o presidente Bandeira de Mello, e como frisei, quero fazer história, mas antes disso preciso correr, trabalhar para colocar o Flamengo na ponta, lugar onde o clube merece estar – disse o lateral, que espera apagar a má fase que viveu em sua primeira passagem pelo clube:

- Foi uma transformação grande na minha vida, estava saindo do Figueirense, e sem dúvida alguma muda a cabeça de um garoto, em um curto tempo e realmente foi difícil a adaptação, joguei muito com o Joel e agora é um momento diferente, tenho uma carreira vitoriosa, pois chego com outra mentalidade, com minha família e com a sorte com que tive em outros clube.

O lateral-esquerdo, ex-Grêmio e Arsenal, vai ficar com a camisa 27, antes usada pelo goleiro Paulo Victor.. Para André, esse número o persegue e já trouxe bons momentos na carreira. A mística com a numeração vem dos tempos que chegou ao Corinthians e trouxe sucesso nas passagens por Fenerbahçe e na Seleção.

Lateral quer ajudar o Flamengo, independente em que posição (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

 

- O número 27 me persegue, gosto de jogar e realmente tenho uma empresa AS27, simpatizo muito e conversei com o Paulo Victor. Sei que está com o número há cinco anos, mas ele cedeu a camisa para mim e falarei com o Pelaipe para ficar com essa camisa. Por conta disso vou doar umas cestas básica para a instituição que ele (Paulo Victor) ajuda – afirmou.

André Santos veio ao Ninho na segunda para realizar exames físicos, e nesta terça realizou trabalhos complementares na academia, durante o período da manhã e à tarde.

Após ser anunciado oficialmente na última sexta-feira, o lateral-esquerdo André Santos foi apresentado no Flamengo na tarde desta terça-feira pelo diretor executivo Paulo Pelaipe, no Ninho do Urubu.

O jogador é o primeiro reforço desde a chegada de Mano Menezes ao clube e o único nome vindo do exterior na janela de transferências internacionais. André volta vestir a camisa do Rubro-Negro, onde atuou nas temporadas de 2005 e 2006.

- É uma emoção grande, até porque colocar essa camisa novamente é um prazer enorme. Quero agradecer as pessoas que acreditaram em mim, como o Paulo Pelaipe, o presidente Bandeira de Mello, e como frisei, quero fazer história, mas antes disso preciso correr, trabalhar para colocar o Flamengo na ponta, lugar onde o clube merece estar – disse o lateral, que espera apagar a má fase que viveu em sua primeira passagem pelo clube:

- Foi uma transformação grande na minha vida, estava saindo do Figueirense, e sem dúvida alguma muda a cabeça de um garoto, em um curto tempo e realmente foi difícil a adaptação, joguei muito com o Joel e agora é um momento diferente, tenho uma carreira vitoriosa, pois chego com outra mentalidade, com minha família e com a sorte com que tive em outros clube.

O lateral-esquerdo, ex-Grêmio e Arsenal, vai ficar com a camisa 27, antes usada pelo goleiro Paulo Victor.. Para André, esse número o persegue e já trouxe bons momentos na carreira. A mística com a numeração vem dos tempos que chegou ao Corinthians e trouxe sucesso nas passagens por Fenerbahçe e na Seleção.

Lateral quer ajudar o Flamengo, independente em que posição (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

 

- O número 27 me persegue, gosto de jogar e realmente tenho uma empresa AS27, simpatizo muito e conversei com o Paulo Victor. Sei que está com o número há cinco anos, mas ele cedeu a camisa para mim e falarei com o Pelaipe para ficar com essa camisa. Por conta disso vou doar umas cestas básica para a instituição que ele (Paulo Victor) ajuda – afirmou.

André Santos veio ao Ninho na segunda para realizar exames físicos, e nesta terça realizou trabalhos complementares na academia, durante o período da manhã e à tarde.