icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
26/04/2014
11:15

Apesar de morar há anos em Lucas do Rio Verde, Helmute Lawisch é gaúcho e não esconde de ninguém a paixão pelo Grêmio. E foi em um dos encontros com a diretoria do Tricolor Gaúcho, há quase dez anos, que ele conheceu o hoje diretor executivo de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, a quem rasga elogios, mas aproveita para dar uma provocada em tom de brincadeira.

- É um dos caras que mais me aconselhou e com quem eu mais me aconselhei no futebol. Admiro muito o trabalho dele e torço muito pelo seu sucesso. Agora vamos nos atracar aqui em Cuiabá. Mas eu já avisei a ele. Touro em rodeio alheio é vaca. Então eles tem que vir nos respeitando, pois senão vão levar ferro (risos) - comentou.

Na última sexta, as duas equipes treinaram na Arena Pantanal. O Luverdense às 17h e o Vasco às 19h. Mesmo com a diferença de horário, Helmute fez questão de ficar para acompanhar a atividade cruz-maltina ao lado do amigo. E o dirigente vascaíno fez questão de reafirmar o laço de amizade.

- É muito identificado com o Grêmio e nos conhecemos na época que eu trabalhava lá. Ele tocou esse projeto desde lá atrás, trouxe muitos jogadores e técnicos do Sul. Realmente ele sempre me ligou, me pediu orientação e temos, sim, um laço de amizade. Estou feliz por ele ter atingido esse destaque rápido, porque é um trabalho liderado por ele com muito esforço. Mesmo após quase dez anos, nos encontramos, almoçamos às vezes e torço muito por ele, menos amanhã (hoje), claro (risos) - disse o vascaíno.

Luverdense e Vasco se enfrentam neste sábado, às 16h (de Brasília), na Arena Pantanal, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo é o segundo evento-teste do estádio, que é uma das sedes da Copa do Mundo. Com cerca de 20 mil ingressos vendidos, a expectativa é de casa cheia.