icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
06/02/2015
13:19

Ameaças feitas pelo Estado Islâmico (EI) fizeram o Japão cancelar a participação dos seus atletas nos campeonatos internacionais de tênis de mesa que serão disputados no Qatar e no Kuwait. Segundo a agência 'Kyodo', a Associação Japonesa de Tênis de Mesa (JTTA) anunciou nesta sexta-feira que cancelou a participação da equipe por recomendação do governo do país, que pediu para os japoneses evitarem viagens ao Oriente Médio.

A medida foi tomada depois de jihadistas enviarem vídeos mostrando a decapitação de dois japoneses sequestrados pelo grupo na Síria. Além disso, o EI ameaçou matar outros cidadãos do país pelo mundo.

Por causa dessas ameaças, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, recomendou que os japoneses não viagem à Síria nem ao Iraque, além de outros países 'em alerta máximo'.

O início dos torneios está previsto para os próximos dias 11 e 17 deste mês. Ao todo, 33 atletas japoneses iriam ser enviados para a competição.