icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
14/11/2014
11:48

Um dos destaques do Grêmio no Gre-Nal do último domingo foi Dudu. O atacante também tem um conceito alto com a torcida gremista. Mas ainda não tem a permanência para 2015 garantida. O camisa 7 tricolor, observado pelo Corinthians, reitera o desejo de permanecer, mas não "fecha portas" para outros clubes brasileiros.

Ele tem contrato com o Dínamo de Kiev (UCR), mas a volta para a Ucrânia, que ainda vive período turbulento, assusta o jogador. Por isso, Dudu quer ficar no Brasil, especificamente no Grêmio. Só que seus direitos estão fixados em 6 milhões de euros (R$ 19,5 milhões). E isso é um nó que o Tricolor precisa desatar.

- Todos já sabem do meu desejo de permanecer. Deixo para a diretoria e para o presidente resolverem. Estou com a cabeça nesses cinco jogos que faltam. Espero permanecer mais tempo. Fico um pouco ansioso porque quero permanecer. Não quero voltar para a Ucrânia - afirmou Dudu em entrevista coletiva.

Recentemente, o LANCE!Net revelou que o Corinthians observa o jogador. É uma das opções para o setor ofensivo em 2015, que foi alvo de tantos pedidos de Mano Menezes durante o ano. O atacante adota um tom político.

- Não se pode fechar portas para o trabalho. Tenho meu desejo de ficar mais tempo aqui. Mas não fecho portas porque trabalho é trabalho. Tenho minha família para dar comida, não se pode fechar portas para outro trabalho - disse.