icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2013
18:04

Algoz do Brasil na Olimpíada de Londres, em 2012, o argentino Luis Scola vai respirar novos ares na NBA. O pivô de 33 anos e 2,06m vai trocar o Phoenix Suns pelo Indiana Pacers na liga americana de basquete.

A franquia de Indianápolis concordou em trocar os atletas Miles Plumlee e Gerald Green e mais uma escolha do Draft de 2014 pelo jogador argentino. Scola, que também já atuou pelo Houston Rockets na NBA, não deve ser titular na equipe, que já conta com o pivô Roy Hibbert, de 2,18m.

- Luis (Scola) será um reforço muito importante para a nossa equipe e o nosso banco - disse Larry Bird, ex-astro de basquete e atual presidente do Pacers.

Em 2012, nas quartas de final da Olimpíada de Londres, Luis Scola foi o melhor jogador da Argentina na vitória sobre o Brasil. O pivô anotou 17 pontos, sendo o maior pontuador argentino no duelo que eliminou a Seleção Brasileira.

Na última temporada, Scola anotou uma média de 12,8 pontos e 6,6 rebotes por jogo, mas o Suns sequer foi aos playoffs. Agora, o pivô terá chances mais reais de ir longe na NBA - o Indiana Pacers foi à final da Conferência Leste em 2012-2013, caindo para o Miami Heat após sete jogos.

- Estou muito empolgado para jogar pelo Pacers. A franquia é uma das três melhores da NBA e tem boas chances de brigar pelo título. É uma grande oportunidade - disse o pivô argentino.

Algoz do Brasil na Olimpíada de Londres, em 2012, o argentino Luis Scola vai respirar novos ares na NBA. O pivô de 33 anos e 2,06m vai trocar o Phoenix Suns pelo Indiana Pacers na liga americana de basquete.

A franquia de Indianápolis concordou em trocar os atletas Miles Plumlee e Gerald Green e mais uma escolha do Draft de 2014 pelo jogador argentino. Scola, que também já atuou pelo Houston Rockets na NBA, não deve ser titular na equipe, que já conta com o pivô Roy Hibbert, de 2,18m.

- Luis (Scola) será um reforço muito importante para a nossa equipe e o nosso banco - disse Larry Bird, ex-astro de basquete e atual presidente do Pacers.

Em 2012, nas quartas de final da Olimpíada de Londres, Luis Scola foi o melhor jogador da Argentina na vitória sobre o Brasil. O pivô anotou 17 pontos, sendo o maior pontuador argentino no duelo que eliminou a Seleção Brasileira.

Na última temporada, Scola anotou uma média de 12,8 pontos e 6,6 rebotes por jogo, mas o Suns sequer foi aos playoffs. Agora, o pivô terá chances mais reais de ir longe na NBA - o Indiana Pacers foi à final da Conferência Leste em 2012-2013, caindo para o Miami Heat após sete jogos.

- Estou muito empolgado para jogar pelo Pacers. A franquia é uma das três melhores da NBA e tem boas chances de brigar pelo título. É uma grande oportunidade - disse o pivô argentino.