icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
30/07/2013
11:59

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, no encontro que teve com o Governador Antonio Anastasia, nesta terça-feira, para receber a homenagem de campeão da Libertadores, acabou revelando detalhes da saída praticamente certa de Bernard e disse que o Shakhtar chegou em um acerto com o Galo.

- Está muito avançada, provavelmente amanhã (quarta-feira) seja o último jogo dele. É o Shakhtar. Eles chegaram ao valor que desejamos. Se o Bernard quiser, ele vai - afirmou o mandatário, confirmando que, agora, depende do desejo de Bernard em aceitar a ida para um país com uma liga intermediária na Europa:

- Se ele não quiser ir para a Ucrânia, não tem problema nenhum. Está na mão dele. Já conversei com ele. É assunto particular dele. Com o Atlético está praticamente fechado o valor. Se ele não quiser ir, não vai na marra.

E a vontade de Bernard em não 'se esconder' no futebol europeu e perder a chance de ir à Copa do Mundo de 2014 pode ser decisivo na jogada. O Galo quer 25 milhões de euros e o clube ucraniano deu a proposta que agradou Kalil. Mas o jogador confirmou que não há nada acertado entre ele e o time da Donbass Arena.

- Ele revelou que está adiantado, mas não acertei nada ainda. Não sei se vai ser o melhor para mim, estou convesando com a minha família. Mas não está nada certo ainda. Tive reunião com ele e ele me colocou o que colocaram para ele e para mim mesmo - afirmou o camisa 11, confirmando haver ainda o Porto na briga.

- Está entre os dois (Porto e Shakhtar).

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, no encontro que teve com o Governador Antonio Anastasia, nesta terça-feira, para receber a homenagem de campeão da Libertadores, acabou revelando detalhes da saída praticamente certa de Bernard e disse que o Shakhtar chegou em um acerto com o Galo.

- Está muito avançada, provavelmente amanhã (quarta-feira) seja o último jogo dele. É o Shakhtar. Eles chegaram ao valor que desejamos. Se o Bernard quiser, ele vai - afirmou o mandatário, confirmando que, agora, depende do desejo de Bernard em aceitar a ida para um país com uma liga intermediária na Europa:

- Se ele não quiser ir para a Ucrânia, não tem problema nenhum. Está na mão dele. Já conversei com ele. É assunto particular dele. Com o Atlético está praticamente fechado o valor. Se ele não quiser ir, não vai na marra.

E a vontade de Bernard em não 'se esconder' no futebol europeu e perder a chance de ir à Copa do Mundo de 2014 pode ser decisivo na jogada. O Galo quer 25 milhões de euros e o clube ucraniano deu a proposta que agradou Kalil. Mas o jogador confirmou que não há nada acertado entre ele e o time da Donbass Arena.

- Ele revelou que está adiantado, mas não acertei nada ainda. Não sei se vai ser o melhor para mim, estou convesando com a minha família. Mas não está nada certo ainda. Tive reunião com ele e ele me colocou o que colocaram para ele e para mim mesmo - afirmou o camisa 11, confirmando haver ainda o Porto na briga.

- Está entre os dois (Porto e Shakhtar).