icons.title signature.placeholder Luiz Carlos Ferreira*
icons.title signature.placeholder Luiz Carlos Ferreira*
24/07/2013
22:48

Um acidente na etapa de Doha do Mundial de Cross Country impediu que o pai Reinaldo Varela pudesse competir pela primeira vez com seus dois filhos, Rodrigo e Gabriel, no Rali dos Sertões. Entretanto, o piloto, campeão do evento em 2002, está em Goiânia (GO) para orientar e ajudar seus primogênitos, que competem nesta quinta-feira no prólogo, que definirá as posições de largada da prova.

Reinaldo teve fratura por compressão das vertebras L1 e L3 após não avistar uma duna no deserto e perder o controle do carro.

- Voei em uma duna, mas no carro não aconteceu nada. Não consegui frear. Chegou um helicóptero em 20 minutos e me resgatou. Esse ano seria o primeiro de nós juntos, mas fica para o ano que vem - afirma o piloto, que não precisou passar por cirurgia e deve ficar mais dois meses parado.

Gabriel, que irá correr com no quadriciclo, comemora estar realizando um sonho. Ele disputa competições desde os oito anos (hoje tem 18) e espera fazer uma boa campanha nos Sertões, sem qualquer pressão, só com a cobrança do pai.

- Ele (Reinaldo) sempre incentivou e gostou da ideia. Ele dá dicas, passa toda experiência dele e cobra bastante. A gente faz do jeito que tem que ser feito - disse o jovem.

Já Rodrigo, de 22 anos, irá competir no UTV ao lado de seu navegador, João Henrique Arena. Mais experiente que seu irmão, ele faz coro ao falar da participação do pai em sua carreira. Ele participou dos Sertões Series em 2009 e da prova completa em 2010.

- Quando ele falou que não ia correr a gente ficou bem triste, mas foi legal ele estar do lado da gente. ele cobra, mas de uma maneira bem agradável - afirmou Rodrigo.

A largada do Rali dos Sertões será na sexta-feira, também na capital de Goiás. Serão dez estágios, quatro deles no Tocantins.

*O repórter viaja a convite da organização

Um acidente na etapa de Doha do Mundial de Cross Country impediu que o pai Reinaldo Varela pudesse competir pela primeira vez com seus dois filhos, Rodrigo e Gabriel, no Rali dos Sertões. Entretanto, o piloto, campeão do evento em 2002, está em Goiânia (GO) para orientar e ajudar seus primogênitos, que competem nesta quinta-feira no prólogo, que definirá as posições de largada da prova.

Reinaldo teve fratura por compressão das vertebras L1 e L3 após não avistar uma duna no deserto e perder o controle do carro.

- Voei em uma duna, mas no carro não aconteceu nada. Não consegui frear. Chegou um helicóptero em 20 minutos e me resgatou. Esse ano seria o primeiro de nós juntos, mas fica para o ano que vem - afirma o piloto, que não precisou passar por cirurgia e deve ficar mais dois meses parado.

Gabriel, que irá correr com no quadriciclo, comemora estar realizando um sonho. Ele disputa competições desde os oito anos (hoje tem 18) e espera fazer uma boa campanha nos Sertões, sem qualquer pressão, só com a cobrança do pai.

- Ele (Reinaldo) sempre incentivou e gostou da ideia. Ele dá dicas, passa toda experiência dele e cobra bastante. A gente faz do jeito que tem que ser feito - disse o jovem.

Já Rodrigo, de 22 anos, irá competir no UTV ao lado de seu navegador, João Henrique Arena. Mais experiente que seu irmão, ele faz coro ao falar da participação do pai em sua carreira. Ele participou dos Sertões Series em 2009 e da prova completa em 2010.

- Quando ele falou que não ia correr a gente ficou bem triste, mas foi legal ele estar do lado da gente. ele cobra, mas de uma maneira bem agradável - afirmou Rodrigo.

A largada do Rali dos Sertões será na sexta-feira, também na capital de Goiás. Serão dez estágios, quatro deles no Tocantins.

*O repórter viaja a convite da organização