icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2014
07:08

Uma situação inusitada marcou a entrevista coletiva do técnico Abel Braga ao final do jogo com o Bahia. A informação de que Marquinhos Santos foi demitido do Bahia ainda antes do duelo com o Inter circulou de maneira forte. E não foi negada pela gerente de futebol Cícero Souza. O contexto de mudança do adversário incomodou o técnico Abel Braga, que reclamou do futebol brasileiro e disse que ainda não recebeu o prêmio de campeão brasileiro de 2012, pelo Fluminense.

A mudança no comando técnico foi confirmada pelo Bahia minutos após a partida, em seu site oficial. Marquinhos Santos deixou o clube depois de completar nove jogos sem vencer no Brasileiro. A tendência é que Gilson Kleina seja anunciado pelo Bahia nos próximos dias.

- Eles fizeram o máximo, tem que louvar. O torcedor sai daqui chateado, aí muda tudo, treinador, maneira de jogar, e de repente não dá certo. Isso que é ruim. Temos agora uma federação de treinadores que está lutando pelos nossos direitos. Só para ter uma ideia: não recebi o prêmio do Brasileiro de 2012 ainda. O time está na segunda posição, conosco. Para você ver. É assim. E estourou em mim. Eu lamento. Porque procuro ser correto e ético. Como já cansei de falar do rival, meu torcedor até não gosta, o trabalho do Enderson no Grêmio é fantástico. Tem uma safra boa aí, são treinadores jovens - destacou Abelão.

O treinador esteve no comando do Fluminense entre junho de 2011 e julho de 2013. Sagrou-se campeão brasileiro de 2012. Mas no ano seguinte, após uma sequência de cinco jogos, acabou demitido.

A categoria criou a Federação Brasileira de Treinadores de Futebl em agosto do ano passado. O presidente é Zé Mário, com os vice-presidentes sendo Vágner Mancini, Falcão, Caio Júnior e Dorival Júnior.