Thomaz Bellucci

Thomaz Bellucci é treinado por João Zwetsch, que também é capitão do Brasil na Copa Davis (Crédito: Cristiano Andujar)

Leonardo Mamede (TÊNIS NEWS)
16/07/2016
19:37
BELO HORIZONTE (MG)

O capitão brasileiro, João Zwetsch, declarou, na coletiva após a dupla deste sábado, em que o Brasil abriu 2x1 sobre o Equador, não crer num desgaste que possa prejudicar os rivais nas duas simples de amanhã.

No último dia do confronto, Emilio Gomez e Roberto Quiroz, que jogaram cada um uma simples e se juntaram nas duplas, estão programados para voltar à quadra da Arena Minas Tênis Clube.

“Na teoria, quem joga mais, num espaço tão curto de tempo fica mais prejudicado, obviamente. Mas hoje foi só um set, depois a turma (Bruno e Marcelo) atropelou (risos). Falando sério, não vejo o jogo de hoje como um desgaste tão grande, não foi um jogo tão longo (2h19min), eles estão mais relaxados do que nós, entram como franco-atiradores, são jovens, fisicamente bem preparados. Hoje em dia, todos os tenistas são excelentes atletas. Espero que isso (o cansaço) possa atrapalhar eles (risos), de verdade, mas não o vejo como um fator com que possamos contar”.

“Nenhum deles acabou o jogo aparentando um desgaste muito grande. Amanhã, a vontade e a superação terão um peso muito grande”, finalizou.