Vitória do brasileiro Thiago Monteiro no Aberto do Rio

Vitória do brasileiro Thiago Monteiro no Aberto do Rio (Foto: Luiz Pires/FOTOJUMP)

TÊNIS NEWS
23/02/2016
21:52
São Paulo (SP)

O cearense que treina na Tennis Route, no Rio de Janeiro, Thiago Monteiro, brilhou de novo e, na noite desta terça-feira, derrotou nada mais, nada menos que Nicolas Almagro, 50º do mundo, ex-top 10 e que tem três títulos do Brasil Open no currículo.

O tenista de Fortaleza (CE) treinado por Duda Matos na academia comandada por João Zwetsch superou o experiente e sétimo favorito do ATP 250 jogado em São Paulo por 6/3 7/5 após 1h14min de duração e se classificou para as oitavas de final onde vai pegar o espanhol Daniel Muñoz de la Nava.

Thiago já vinha de feito histórico ao derrubar Jo-Wilfried Tsonga, 9º do ranking, no Rio Open, sendo o primeiro brasileiro a vencer um top 10 em casa em 15 anos e o primeiro fora do top 300 a derrotar um dos dez melhores em três anos no circuito. Com o triunfo ele saltou 60 posições ao 278º posto.

Almagro tem no currículo 12 títulos e já foi nove do mundo, conquistando o ATP brasileiro em 2008 e 2011, na Costa do Sauípe, e 2012, em São Paulo.

Esta foi a terceira partida de ATP do cearense que já soma duas vitórias, ambas sobre top 50. Na semana passada só parou diante de Pablo Cuevas, o campeão do Rio Open.

O jogo

Thiago esteve sereno e intenso toda a partida, começou sacando muito bem sem dar chances a Almagro, foi levando até quebrar abrindo 4/2 forçando erros do espanhol. O brasileiro confirmou um game duro no oitavo, abriu 5/3 e fechou com dupla-falta e erro de Nicolas por 6/3. Almagro chegou o supervisor Lars Graf reclamando de barulho que seria externo. No momento houve panelaço nas ruas de São Paulo por conta de propaganda partidária do governo.

Na segunda etapa o brasileiro começou mais errático e Almagro mais firme. Nicolas abriu 1/0 e depois 2/1 e saque, mas o brasileiro lutou, voltou a ficar firme e virou para 3/2. Os dois passaram a confirmar, o brasileiro levantou um 0/30 no 4/4 e no 6/5 viu Almagro abrir 40/15, mas não esmoreceu, fechando no segundo match-point.